Transporte a Pedido no concelho de Ferreira do Zêzere

0
43
Transporte a Pedido no concelho de Ferreira do Zêzere

A Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo arrancou em Ferreira do Zêzere com o projeto Transporte a Pedido, com o objetivo de promover novas soluções de transporte público, adaptadas às zonas de baixa densidade populacional.

Trata-se de um serviço de transporte público que permite dar uma resposta eficiente aos problemas de mobilidade que se verificam na região, proporcionando uma oferta de serviços de transporte coletivo em zonas com baixa densidade populacional, numa lógica de inclusão social, ligando os diversos locais das freguesias à sede do concelho.

Face ao interesse público deste projeto, e com o objetivo de contribuir para a melhor divulgação deste novo serviço de transporte junto das populações locais, a Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo apresentou este projeto à população no passado dia 07 de julho, no Edifício Paços do Concelho.

O Transporte a Pedido, à semelhança do transporte coletivo regular, tem circuitos, paragens e horários definidos.

No entanto, os serviços de transporte a pedido distinguem-se do transporte regular porque pressupõem que o cliente desencadeie a viagem, contactando previamente uma central de reservas.

Deste modo, as viaturas só efetuam os percursos se, antecipadamente, o serviço tiver sido solicitado, e só vão às paragens que tiverem reservas.

Como referia Jacinto Lopes, Presidente do Município de Ferreira do Zêzere, “o mapa com estes percursos parece o mapa de metro de Londres, com os circuitos a funcionar por cores, sendo mais fácil de identificar para todos os cidadãos”

Assim e neste contexto, o serviço de Transporte a Pedido ao concelho de Ferreira do Zêzere, teve o seu começo no dia 17 de julho.

Para melhor serviço de informação à população sobre este serviço, o Município em parceria com as Juntas de Freguesia, vai afixar informação em diversos locais, distribuindo igualmente por correio, um pequeno manual com indicação dos circuitos, horários, preços e como efetuar reservas.

Mas como funciona o Transporte a Pedido?

À semelhança do transporte coletivo regular, o Transporte a Pedido tem circuitos, paragens e horários definidos.

No entanto, distinguem-se do transporte regular porque o cliente é que desencadeia a viagem, através do seu pedido para uma central de reservas.

Deste modo, as viaturas só efetuam os percursos se, antecipadamente, o serviço tiver sido solicitado e só vão às paragens que tiverem reservas.

As reservas deverão ser efetuadas até às 15h00 do dia útil anterior ao dia da viagem, através de chamada gratuita para o número 800 209 226, de segunda a sexta, excepto feriados.

As chamadas são gratuitas e será a Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo a assegurar o registo das reservas que forem efetuadas e fornecerá ao operador de transportes o plano de serviços de transporte a efetuar no dia seguinte, discriminando as paragens a servir e os passageiros a recolher em cada paragem.

Poderão existir reservas de última hora (reservas feitas após as 15h00), todavia estas só serão aceites para paragens que já tenham reservas registadas.

Os serviços de Transporte a Pedido poderão ser efetuados por táxi (de 4 ou de 8 lugares), sendo que os veículos serão facilmente identificáveis através de um dístico referente ao projeto.

Também os pontos de paragem estão devidamente assinalados com um poste de cor azul e placa identificativa do serviço.

Os bilhetes referentes aos serviços de transporte serão cobrados viagem a viagem, aquando do embarque no veículo. O bilhete será pago diretamente ao motorista, o qual passará ao passageiro um comprovativo de pagamento.

Estão definidas quatro tarifas em função da distância: 1,20€, 2,10€ e 2,80€. Estes preços são mais elevados do que os preços cobrados nas carreiras interurbanas, mas inferiores aos praticados pelos táxis.

Existe ainda a possibilidade da carteira de bilhetes pré-comprados, ficando respetivamente em 8,40€, 14,70€ e 19,60€, sendo a validade destas carteiras de apenas dois meses após a primeira viagem.

Os preços foram definidos para garantir o equilíbrio possível entre as despesas e as receitas de modo a evitar graves prejuízos, podendo virem a ser alterados em função dos resultados desta experiência piloto nomeadamente do número de passageiros que aderirem a este projeto.

O cliente é levado até ao seu destino final (uma das paragens definidas), podendo o veículo ser partilhado com outros clientes cujas viagens têm um padrão idêntico ou se intercetam.

Para mais informações e sugestões acerca do serviço, poderá ligar todos os dias úteis das 09h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30, entrar em contacto com a Câmara Municipal de Ferreira do Zêzere ou ainda através do website criado para o efeito.

Extensões de Saúde abrangidas nos circuitos

Um dos grandes objetivos deste serviço é o acesso à saúde, com os circuitos a ter paragens junto às quatro extensões de saúde do concelho: Ferreira do Zêzere, Frazoeira, Areias e Chãos.

Cinco paragens no centro de Ferreira do Zêzere

Este serviço de Transporte a Pedido vai tem, só no centro de Ferreira do Zêzere, cinco paragens com o objetivo de melhor servir a população

Beco no Circuito Azul

Transporte a Pedido

O circuito azul tem o seu início na Portela do Brás, no Beco, passando em locais como Outeiro do Marco, Fonte Seca, Cruz dos Canastreiros, Ral, Beco, São Gonçalo, Brasileira, Carril, Frazoeira (Extensão de Saúde), Cagida, Salão, Paio Mendes, Bouchas, Venda da Serra e Ferreira do Zêzere, tendo um custo máximo de 2,10€ em alguns pontos do circuito.

 

COMENTAR: